UNIAGRO
Milho segue em baixa na Bolsa de Chicago em meio à queda da demanda por etanol nos EUA
24/03/2020 10:14 em Notícia

A terça-feira (24) começa com leves perdas para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam quedas entre 1,25 e 1,75 pontos por volta das 08h44 (horário de Brasília).

O vencimento maio/20 era cotado à US$ 3,42 com queda de 1,50 pontos, o julho/20 valia US$ 3,48 com perda de 1,50 pontos, o setembro/20 era negociado por US$ 3,54 com baixa de 1,25 pontos e o dezembro/20 tinha valor de US$ 3,62 com desvalorização de 1,75 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, a fraqueza continuada no setor de etanol nesta semana continuou a pesar nos preços do milho, com a venda técnica nos mercados de milho durante a noite.

As ofertas em dinheiro pelo milho continuaram em queda em uma usina de etanol de Indiana ontem. A demanda no Mississippi diminuiu também em uma instalação no rio Davenport, Iowa. A demanda decrescente de etanol manteve afastadas as oportunidades de aumento de preço, uma vez que os agricultores demoraram a registrar novas vendas à vista”, pontua a analista Jacqueline Holland.

O presidente da Associação de Combustíveis Renováveis ​​(RFA) afirmou em uma entrevista à Reuters ontem que os produtores de etanol dos EUA estão no processo de colocar off-line 2 bilhões de galões de produção anual até sexta-feira.

A POET, produtora de etanol de Dakota do Sul, foi a mais recente vítima, suspendendo a compra de milho em 7 de suas 27 localidades do Centro-Oeste em vigor ontem. “A demanda reduzida por combustível, já que muitos países abrigam o local para conter a pandemia do COVID-19, continua afetando os setores de energia e biocombustíveis”, diz Holland.

Fonte: Notícias Agrícolas.

 

COMENTÁRIOS