SEMANA FARROUPILHA EM SC SERÁ COMEMORADA DE 13 A 20 SETEMBRO

Projeto de lei para incluir data no calendário oficial do Estado foi sancionado pelo governador na segunda-feira

A Semana Farroupilha agora faz parte, oficialmente, do calendário de eventos de Santa Catarina. A data comemorativa, que integra uma série de atividades ligadas às tradições gaúchas, foi tema de um projeto de lei de autoria do deputado Darci (PSD) sancionada nesta semana pelo governador Raimundo Colombo (PSD), que se transformou na lei 17.228. O texto já foi inclusive publicado do Diário Oficial do Estado. Conforme a matéria aprovada, o movimento será celebrado de 13 a 20 de setembro, mas não estabelece feriado.

Para o deputado, que é filho de gaúchos, o projeto só formaliza algo que já ocorre há anos em diversos municípios catarinenses. No texto, Matos destaca em um dos quatro artigos que a Semana Farroupilha "tem como objetivo rememorar a luta dos heróis farrapos e de incentivar o movimento tradicionalista gaúcho nos municípios catarinenses". Ou seja, é mais para preservar e perpetuar as tradições gaúchas em solo catarinense do que de fato fazer menção à participação de SC na Guerra dos Farrapos.

– São para as duas coisas, na verdade. Santa Catarina teve uma participação nesse marco histórico, muitos municípios já realizam a semana, os calendários municipais já tem essa data. O nosso objetivo é justamente cultuar as tradições gaúchas – defendeu Matos.

O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, comemorou a nova lei e afirmou "apoiar totalmente" o movimento em SC. Segundo a assessoria do secretário, a pasta não chegou a ser consultada sobre o projeto e também não há nenhuma diligência pedindo que a SOL se manifeste sobre o texto.

– A Semana Farroupilha rompeu fronteiras e acontece em diversos lugares do Brasil e em diversas cidades do Estado, inclusive em Balneário Camboriú, que é uma região litorânea. Estamos (a secretaria) abertos a todas as atividades culturais e eventos que acontecem no Estado. A Semana Farroupilha será um novo compromisso, que terá respaldo dentro da secretária – afirmou.

Comemoração em SC divide opiniões

A comemoração das tradições gaúchas em Santa Catarina por meio da Semana Farroupilha divide opiniões. Nas redes sociais, de terça-feira, quando o Diário Catarinense publicou sobre a novidade, até o fim da tarde de quarta-feira, a postagem já somava 1,7 mil reações, 278 compartilhamentos e cerca de 400 comentários, alguns contra e outras favoráveis. Partes das reações contrárias se justificam pelo fato de a Semana Farroupilha ser uma tradição puramente gaúcha, conforme explica o professor de História e mestre em História Cultural da Univali, Francisco Alfredo Braun Neto.

– Ainda que Santa Catarina tenha tido uma participação (na Guerra dos Farrapos), pela invasão, a princípio, de Laguna e depois subindo até Lages, isso faz muito mais sentido para o Rio Grande do Sul, não fazendo sentido ter essa tradição aqui (em SC). Com a vinda de gaúchos, principalmente no Oeste catarinense, essas tradições acabaram se firmando em SC, mas muitas vezes é mais uma ideia de identidade que se aproxima com a identidade do Rio Grande do Sul – explica o professor ao ressaltar que esses não são elementos catarinenses.

Na outra ponta, pessoas diretamente ligadas a essa tradição, como o diretor de eventos do Movimento Tradicionalista Gaúcho em SC (MTG-SC), Ciro Harger, defendem a oficialização da data no calendário de eventos catarinense.

– Essa lei saiu agora, mas na verdade isso é um pedido de longa data nosso. Já faz mais de 10 anos que batalhamos pela legitimidade da data – lembra Harger que, apesar de ter nascido em Lajes, está ligado aos festejos e à tradição por conta dos pais que possuem origens gaúchas.

Como a Semana Farroupilha é comemorada em SC e no RS

Em Santa Catarina - Comemorada de 13 a 20 de setembro

Apesar de existir a semana, o diretor de eventos do Movimento Tradicionalista Gaúcho em SC, Ciro Harger, explica que muitos municípios, por conta de estrutura e até mesmo estratégia, promovem eventos durante três ou quatro dias, geralmente antecedendo o dia 20 de setembro, Dia do Gaúcho e data em que é lembrada a Revolução Farroupilha.

Na prática, são feitos atos cívicos, celebrações ecumênicas, bailes tradicionais, jantares, provas de campo. Harger ressalta também que em algumas cidades, como Joinville, no Norte do Estado, as comemorações já começaram há alguns dias, quando um grupo de pessoas se descolocou, a cavalo, para o Rio Grande do Sul para buscar a centelha da chama crioula.

No Rio Grande Sul - Programação desde ano ocorre entre os dias 4 e 20 de setembro

Neste ano, a abertura oficial da Semana Farroupilha ocorre no dia 7 de setembro com a chegada da chama crioula. Os festejos incluem cavalgadas, acampamentos, churrascos, bailes com danças típicas, jantares e cafés da manhã com comidas campeiras e o chamado café de chaleira, além de shows, atividades artísticas e culturais e provas, como a Vaca Parada.

Fonte: GaúchaZH