RS: acidente mata o tradicionalista Volmir Martins

Cantor e apresentador, ele conduzia uma van, que perdeu o controle e caiu em um rio no norte do estado

Na madrugada deste sábado, dia 27, um acidente matou o cantor tradicionalista gaúcho Volmir Martins, que tinha 48 anos de idade. A tragédia ocorreu na cidade de Getúlio Vargas, no norte do Rio Grande do Sul.

Por volta das 2h30, o músico conduzia sua van por uma estrada rural que leva ao distrito de Rio Toldo. Martins perdeu o controle do carro, que caiu no rio Castilha. Ele morreu ali, e outras três pessoas ficaram feridas.

Os sobreviventes foram levados a um hospital de Erechim, onde foram atendidos e já estão liberados. O corpo de Volmir Martins foi encontrado e resgatado por bombeiros e policiais da Brigada Militar. Ele foi encaminhado para Passo Fundo.

De peão de estância a cantor

Cantor, apresentador e repentista, Volmir Martins entrou para o mundo artístico por influência de seu pai, o trovador Bibiano Bento Martins. Começou a improvisar versos em galpões de estância e, aos poucos, foi conquistando os palcos de rodeios e festivais. Neles, arrebatou mais de 500 troféus.

Volmir conhece a fundo a realidade que canta, pois foi peão de estância. Sua trajetória profissional começou em 1989. Saiu de Venâncio Aires em direção a Porto Alegre, divulgando e disseminando a cultura gaúcha através da trova e da música. Entre os discos que gravou estão “De Campeiro a Cantador” e “Saudade do Interior”.

Além de levar sua arte aos palcos, todos os domingos pela manhã, ele apresentava o programa Volmir Martins, pela Band-RS. Era um espaço em que ele divulgava cantores, grupos e bandas.

Confira o carisma e a defesa da tradição que Volmir Martins levava para os palcos: