PUBLICIDADE
Como Cuidar de uma Criação de Gado

COMO CUIDAR DE UMA CRIAÇÃO DE GADO!!

Cuidar de uma criação de gado, pode ser um negócio bastante rentável, principalmente nos períodos de alto consumo. Este tipo de criação envolve muito esforço, e tarefas das quais nenhum gerente responsável pode ignorar. Tudo dependerá de como será o seu rancho (ou sítio de criação), e da quantidade e raça de animais que você pretende criar.

Passos:

1 - Mantenha registros e informações acerca de sua criação. Isto significa ter o controle dos dados de saúde, reprodução, parto, abate, desmame, etc., bem como seus registros de compra e venda, e outros gastos. Através da utilização de formulários, planilhas ou programas de dados de computador.

  • Suas finanças são o registro mais importantes para o bom funcionamento de seu empreendimento. Elas determinam o sucesso de suas operações, ou seja, se você está realmente ganhando dinheiro ou não. Compreender seu fluxo de caixa sempre pode ajudar no planejamento e preparação para o futuro.

  •  

    Lembre-se também que não é só porque você tem diversas informações sobre sua criação, que ela será rentável. As informações devem lhe servir para tomar decisões: serão suas decisões que poderão melhorar o seu negócio. 

2 - Conserte e mantenha a integridade de suas cercas e construções da fazenda. As construções normalmente requerem muito menos atenção do que as cercas, mas sempre que houver algo quebrado, conserte. Por isso, verifique regularmente as cercas e demais construções de sua propriedade.

  • Conserte as cercas quebradas que você encontrar. Lembre-se de remover as árvores que podem ter caído sobre a linha da cerca. Também é altamente recomendável que você corrija qualquer cercamento que tenha sido danificado pelo gado.
  • Esteja ciente das leis locais relacionadas a animais fugidos. Você pode ser responsabilizado por quaisquer danos causados por um animal seu - esta é outra razão pela qual é importante manter os cercamentos, adequadamente.

3 - Conserte e mantenha a integridade do seu maquinário. Faça a manutenção de todo o maquinário da fazenda, desde as máquinas que auxiliam na produção direta da fazenda, como a compactação de feno, silagem e/ou produção de grãos, até as máquinas que indiretamente contribuem para o bom funcionamento de seu negócio, como os veículos automotivos da fazenda. Recomenda-se que as máquinas sejam verificada regularmente, mesmo durante os períodos em que não estão sendo utilizadas.

4 - Cuide de sua pastagem. Cuide de seu solo e de sua vegetação de pastagem, pois ela e a topografia de sua região podem ditar como você precisa gerenciar suas terras. Preste atenção na qualidade do campo, em sua capacidade de uso, períodos de descanso e recuperação do impacto animal, etc.

  • Tome nota de qualquer habitat de animais selvagens ou sinais de vida selvagem que podem figurar em seu rancho.
  •  Esteja ciente dos vários tipos de práticas e de cuidados com suas pastagens. 

5 - Gerencie a nutrição de seu gado. Alimente sua criação com suficiência. A alimentação é a parte mais importante e provavelmente também a mais confusa no processo de criação de gado. Isso ocorre porque há uma grande variedade de métodos, alimentos, tipos de ração e alternativas de alimentação que vão desde o confinamento de gado leiteiro para a alimentação exclusiva de grama.

6 - Gerencie suas plantações. É muito importante saber o momento certo de plantar e colher em sua fazenda.Os principais alimentos que podem estar à sua disposição são:

  • Grama, leguminosas, ou misturas de ambas;
  • Grãos (milho, aveia, cevada, trigo, centeio, etc.);
  • Silagem: É chamada silagem a forragem verde, suculenta, conservada por meio de um processo de fermentação anaeróbica.
  • Relva: trata-se da forma mais barata e eficiente de se alimentar o gado.

7 - Mantenha-se atualizado com relação às vacinas e vermífugos de sua criação. Diferentes regiões podem apresentar diferentes necessidades de vacinação, portanto, é melhor verificar com seu veterinário de confiança quais são as escolhas e necessidades neste assunto.

8 - Prepare-se para gerenciar sua criação na estação de reprodução. Dependendo da época do ano, você deve estar preparado para a estação de reprodução. Mantenha-se atento às vacas que podem estar prontas para parir, e tenha as ferramentas necessárias para ajudar com as dificuldades do parto.

9 - Cuide das vacas e bezerros no pós-parto. Você terá que ficar atento com relação aos bezerros jovens, em busca de sinais de doenças como a pneumonia, lesões, predadores, etc.

10 - Marque a vacine seus bezerros. Após o parto, você precisa marcar e vacinar os seus bezerros. Você deve também castrar qualquer touro (ainda jovem) que você não deseja utilizar como reprodutor. As marcas devem ser feitas quando os bezerros tiverem, em média, em torno de dois a três meses de idade.

11 - Prepare-se para gerenciar e estação de “monta” (fertilização/reprodução). Seus touros devem ter o sêmen devidamente testado, uma ou duas semanas antes da “temporada de acasalamento” começar. Os testes de sêmen irão informar o quão bem seu touro está e se ele tem uma contagem de esperma saudável. Você também pode precisar dividir a criação, se em diferentes grupos você tiver mais de um touro do mesmo tamanho e idade. Isso vai reduzir a concorrência entre eles e algumas lesões potenciais.

  • No entanto, isto deve ficar à seu critério. Ter pastagens de reprodução separadas pode ser mais trabalhoso e caro do que simplesmente deixar os touros “fazerem o seu trabalho”.
  • Atente-se à estação de parto das novilhas, pois ela tende a começar bem antes do resto do rebanho de vacas.

12 - Gerencie suas operações de corte. Alguns sítios, além da criação tradicional também operam abatedouros. Se você optar por ter um negócio neste mesmo formato, você precisará comprar ração extra e tratar sua criação visando seu objetivo final: um gado que produzirá carne saudável. Para este novo negócio, você vai precisar cuidar de sua criação de uma maneira diferente do que você faria naturalmente.

13 - Prepare novilhas de reposição. Suas vacas não vão poder viver produtivas para sempre. Elas precisam ser abatidas, ou eventualmente, vão morrer. Por conta disto existe a necessidade de você preparar novilhas saudáveis para a criação: elas precisam ser selecionadas segundo várias características, incluindo sua habilidade materna, crescimento, facilidade no parto e produtividade de leite.

14 - Tome decisões responsáveis sobre o abate de sua criação. Suas novilhas, vacas e touros podem ter de ser abatidos, simplesmente com o objetivo de remover animais indesejáveis de seu rebanho, com a intenção de melhorar a qualidade da criação. O gado também pode ser abatido por: mau temperamento, má conformação, problemas maternos (a novilha ou vaca se recusa a aceitar os bezerrinhos ou apresenta uma capacidade de ordenha indesejável), a falta de eficiência da forragem, problemas de saúde diversos, a falta de dentes, ferimentos, dentre outros problemas.

15 - Desmame os bezerros. O desmame tradicionalmente é realizado quando o bezerro está com 6 a 8 meses de vida. Nesta idade, o animal já pode ser considerado um ruminante e tem plena condição de utilizar forragem sólida como única fonte de energia e de nutrientes de que necessita. Além do mais, a participação do leite na dieta do bezerro é pequena após o terceiro mês de lactação.

  • A grande questão é que a época de desmama é um período de considerável estresse para vaca e bezerro. Em grande parte dos rebanhos de cria a desmama é realizada de maneira abrupta, com a separação do par mãe / cria e concomitante manutenção das duas categorias em áreas distintas e muitas vezes afastadas.

16 - Venda o excesso de gado. Isso inclui os animais que precisam ser abatidos, os bezerros desmamados, novilhas e novilhos que tenham terminado a fase de crescimento, ou gado que deve ser vendido para o matadouro. Você deve decidir se deseja vender seu gado através de um preço fixo (por peso ou unidade), ou por leilão.

17 -  Gerencie seu rebanho de vacas. Separe o seu gado com base em sua condição corporal, exigências nutritivas e idade. Vacas magras devem ser separadas e colocadas juntamente com novilhas de reposição, porque esses dois tipos de bovinos precisam do mesmo tipo de ração. Vacas gordas e as vacas de condição corporal acima do normal podem ser mantidas juntos em uma dieta de perda de peso. Touros e bois podem ser colocados juntos também, de acordo com sua necessidade.

18 - Lide com as perdas. Como mencionado anteriormente, sua criação não vai viver para sempre. Haverá casos em que as vacas, bezerros, touros, novilhos e novilhas de sua criação podem morrer, e é de sua responsabilidade descartá-los corretamente de acordo com as leis locais.

19 - Faça tudo isto de novo, no ano seguinte. No entanto, nada é da mesma forma de ano para ano. Como os agricultores, pecuaristas estão sempre trabalhando de acordo com as mudanças no ambiente e no clima. O cima e solo são apenas alguns dos fatores que não podem ser controlados por você, em sua criação. Partos, reprodução, inseminação, apartamento do gado, são todas atitudes que dependem de você como gerente da criação, muito porém, as preferências de mercado e as condições meteorológicas não: você sempre terá que ser flexível e pronto para aprender a como transformar “limões” que a vida te der em rentáveis “limonadas”.

 

Fonte: Wiki How