Com produtor retraído, comercialização de arroz em casca segue lenta
13/09/2018 08:36 em Notícia

Além disso, indústrias têm demonstrado pouco interesse em negociar, cenário que foi reforçado pelo feriado e pelas frequentes chuvas no estado, que dificultam o carregamento do produto

O ritmo de comercialização do arroz em casca está lento no Rio Grande do Sul. Segundo colaboradores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), indústrias e produtores têm demonstrado pouco interesse em negociar, cenário que foi reforçado pelo feriado da Independência da última sexta-feira, dia 7, e pelas frequentes chuvas no estado, que dificultam o carregamento, especialmente do produto armazenado nas propriedades rurais.

Do lado comprador, as vendas aos setores atacadista e varejista seguem enfraquecidas e que há dificuldades no repasse das altas do casca para o arroz beneficiado. Os produtores, por sua vez, seguem retraídos, aguardando novas altas nos preços.

Diante desse contexto, as cotações do cereal mantiveram-se praticamente estáveis nos últimos dias. Entre os dias 4 e 11 de setembro, o indicador arroz em casca Esalq/Senar-RS, 58% grãos inteiros, subiu ligeiramente 0,2%, fechando a R$ 45,22 por saca de 50 quilos nesta terça-feira, 11.

Fonte: Canal Rural

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!