PUBLICIDADE
Brasil aprova soja da Monsanto resistente a lagartas e tolerante a herbicidas
09/03/2018 - 10h10 em Notícia

SÃO PAULO (Reuters) - A Monsanto informou nesta quinta-feira que recebeu a aprovação do Brasil para sua soja geneticamente modificada Intacta2 Xtend, um marco regulatório chave no seu segundo mercado mais importante.

A nova variedade da semente é projetada para resistir aos herbicidas dicamba e glifosato e pode proteger a plantação de certas espécies das lagartas do gênero Spodoptera, disse a Monsanto em comunicado depois da aprovação pela autoridade reguladora CTNBio.

A empresa planeja começar a vender a nova tecnologia no Brasil em 2020.

A Monsanto já começou a apresentar a nova tecnologia para os produtores rurais no Brasil.

Esta semana, a empresa apresentará a semente para os produtores do Rio Grande do Sul e em abril para os agricultores de Goiás, disse a companhia.

Os desenvolvimentos regulatórios destacam a importância do Brasil para a Monsanto, segundo maior produtor de soja do mundo e maior exportador da oleaginosa.

Intacta2 Xtend é a sucessora da Intacta RR2 Pro da Monsanto, que resiste à lagartas e glifosato, mas não a produtos feitos de dicamba.

Atualmente, a Monsanto está sendo processada pelos produtores de soja do Brasil para cancelar seus direitos de patente para a Intacta RR2 Pro no país.

O dicamba foi alvo de polêmica nos Estados Unidos no ano passado. Produtores e especialistas disseram que o pesticida danificou safras após se evaporar e ser carregado pelo vento, enquanto a Monsanto afirmou que a tecnologia é segura quando aplicada corretamente.

Fonte: Noticias Agricolas

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!