Capacidade dos portos do Arco Norte deve dobrar nos próximos cinco anos
09/03/2018 - 10h05 em Notícia

Para entidade do setor, investimentos são necessários para o melhor aproveitamento de navegação pelo Rio Amazonas, fundamental para o escoamento de grãos

O presidente da Associação dos Terminais Portuários Privados (ATP), Murillo Barbosa, defendeu nesta quarta, dia 7, em Brasília a necessidade urgente de investimentos em logística com foco nos portos do Arco Norte, principalmente para o melhor aproveitamento de navegação pelo Rio Amazonas, fundamental para o escoamento de grãos para exportação brasileira. Barbosa participou de evento promovido pelo Ministério da Agricultura, que apresentou o Sistema de Inteligência Territorial Estratégica da Macrologística Agropecuária Brasileira. De acordo com o estudo, a capacidade de exportação do agronegócio por meio dos portos do Arco Norte deve dobrar nos próximos cinco anos.  

Em nota a ATP comentou que o sistema identificou várias rotas de escoamento da produção agropecuária para auxiliar na gestão das demandas logísticas e potenciais gargalos do País. A projeção de crescimento será de atuais 18,5% para 40%. "Esse levantamento é de extrema importância para o segmento de infraestrutura do Brasil porque os dados vão subsidiar o planejamento de projetos tanto para escoamento de carga agrícola como para tantos outros produtos, a exemplo do minério", destaca o presidente da ATP.

Fonte: Canal Rural 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!