Atraso na colheita de soja prejudica plantio de algodão em Mato Grosso
09/02/2018 - 8h49 em Notícia

Em relatório, consultoria aponta que as estimativas de produção e produtividade não foram afetadas

A consultoria Céleres informou que o atraso na colheita da primeira safra de soja em Mato Grosso tem limitado o avanço da semeadura de algodão. A situação ocorre mesmo nas áreas de soja precoce, destacou a consultoria em relatório divulgado nesta quarta, dia 7.  

Com base em dados do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), a Céleres afirma que, até o dia 2 de fevereiro, o plantio alcançava 72% da área destinada à cultura, 13 pontos percentuais a menos em comparação com a safra passada e quase 20 pontos percentuais abaixo da média dos últimos cinco anos.

Apesar do atraso na semeadura, a produtividade de 2017/2018 segue projetada em 1,54 tonelada por hectare, dentro da tendência histórica, e a produção continua estimada em 1,73 milhão de toneladas, 14,6% maior do que a da temporada passada.

Tanto na Bahia quanto em Mato Grosso, estados responsáveis por quase 85% da produção nacional de algodão, as condições climáticas estão razoavelmente favoráveis para o cultivo e, portanto, a estimativa para área plantada foi mantida em 1,12 milhão de hectares, 20% maior que a do ciclo 2016/2017.

Fonte: Canal Rural

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!