Raio mata mais de 80 animais em fazenda de São Paulo
08/01/2018 10:35 em Notícia

Uma chuva noturna fez com que os animais se protegessem debaixo de algumas árvores. Os donos só perceberam a tragédia no dia seguinte, quando foram para o pasto

Pelo menos 84 animais morreram na noite desta terça-feira, dia 2, atingidos por um raio em uma propriedade rural em Pedregulho, interior de São Paulo. Segundo o funcionário da Fazenda Cabreúva, Eurípedes de Souza, entre os animais estavam 48 vacas, um touro e 29 bezerros entre fêmeas e machos da raça guzerá.

“Durante a noite estava chovendo muito e os animais se protegeram debaixo de algumas árvores. Foi só no outro dia que nós percebemos o que havia acontecido”, explicou. Segundo ele, as estimativas iniciais indicam um prejuízo de pelo menos R$ 300 mil.

O veterinário da Inspetoria de Defesa Agropecuária de Pedregulho, Hildeu Nascimento, afirmou que a área é coberta por seringueiras e que normalmente os animais procuram abrigo em caso de chuva forte. “Situações de morte de animais normalmente ocorrem, mas eu nunca vi com uma quantidade tão grande", afirmou.

A prefeitura de Pedregulho informou que os animais foram enterrados na própria fazenda nesta quinta, dia 4.

O que fazer com os animais?

O diretor da Faculdade de Veterinária Max Planck de Indaiatuba, Thiago Escobro Dercolin, explica que em casos de chuva e raios, o ideal é a prevenção. “Quando um animal é muito caro, no caso que atendi eram cavalos de raça, alertamos os criadores para recolher os animais em alojamentos, não deixá-los próximos de cercas e árvores, mas isso tem que ser feito antes da chuva", disse.

Ele explica que se o temporal começar e os animais estiverem dispersos, o melhor é deixá-los onde estão. “O criador tem que entender que, tanto ele quanto os funcionários também estariam correndo risco de ser atingido por um raio".  

Fonte: Canal Rural

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!